Vídeo mostra policial militar agredindo suposto estudante(NOIADO)da USP

Um vídeo postado na internet nesta segunda-feira (9) mostra um policial militar agredindo e ameaçando com uma arma um suposto estudante da USP (Universidade de São Paulo), durante a desocupação de um prédio da instituição.
Do UOL, em São Paulo

No começo, as imagens mostram uma discussão entre o policial militar e os ocupantes do prédio. Aos 36 segundos, um rapaz –que, em outro vídeo, se identificou como aluno da USP Leste– faz um comentário inaudível. O PM, então, pede para ver a carteirinha de estudante do jovem, que se recusa a mostrar.

Então, o policial agride o suposto aluno com um tapa, o empurra e o ameaça com uma arma, para, depois, retirá-lo do prédio. Enquanto isso, membros da Guarda Universitária e outras pessoas tentam controlar a situação. Em determinado momento, ao ser acusado de abuso de autoridade por um dos presentes, o policial questiona: “O que você sabe de abuso de autoridade?”
A Polícia Militar convocou uma entrevista coletiva para o final desta tarde para falar sobre o vídeo.

Segundo vídeo

Em um segundo vídeo, a discussão continua. O policial diz que vai continuar a tirar os invasores do prédio e questiona por que está sendo filmado. Ele está com as mãos na frente da identificação.

Uma jovem pede para ver o nome do policial, que questiona: "Para que você quer ver o meu nome? Eu não quero mostrar o nome". Aos gritos de racista, pelo fato de o suposto estudante agredido ser negro, o PM se afasta do local. Quando volta, percebe-se que ele tirou a placa que deveria estar presa à farda com a identificação. 

Ainda durante o segundo vídeo, outros policiais filmam o rosto dos supostos alunos. Além disso, o rapaz agredido mostra duas identificações da USP: uma, do Coseas (Coordenadoria de Assistência Social) e, outra, a carteirinha de estudante.

Não se sabe quando os vídeos foram gravados. No dia 6 de janeiro, o local havia sido fechado pela USP. A assessoria de imprensa da USP não soube dizer que se o rapaz que aparece no vídeo é realmente estudante da instituição.

Invasão

O prédio, conhecido como Centro de Vivência, estava invadido há mais de um mês. Ele abrigava o DCE (Diretório Central dos Estudantes), mas foi fechado para reforma em 2006. Na semana passada, um quase confronto entre o grupo e a Guarda Universitária foi controlado após a chegada da Polícia Militar -que afirmou que o uso da força não havia sido necessário.

Nenhum comentário:

Postar um comentário