Caminhoneiro que provocou tragédia na Senhora do Carmo é solto

Hoje em Dia
Acidente envolveu 11 veículos
 e deixou três mortos no Sion
O caminhoneiro Jadson Santos Alves, de 26 anos, que dirigia o caminhão que provocou um grave acidente com três mortes na avenida Nossa Senhora do Carmo, no bairro Sion, região Centro-Sul de Belo Horizonte, foi solto na tarde deste sábado (21). Segundo a advogada do motorista, Mychelle Lima França, a família, desde que a justiça determinou o valor da fiança, estava tentando juntar os R$ 12.400. Quantia que foi pagar nessa sexta-feira. Ainda segundo a defensora, o motorista segue neste sábado para a cidade de Ipirá na Bahia.

Jadson estava preso desde junho no Presídio Inspetor José Martinho Drumond, em Ribeirão das Neves. De acordo com a Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds), o Alvará de soltura foi entregue por volta das 13h30, quando seus familiares o esperavam na portaria do presídio.
O caminhoneiro e o proprietário do veículo, Dario Alves da Cunha, de 53 anos, foram indiciados pelas mortes de Caroline Palmer Irffi, de 23 anos, de Lucas de Oliveira Magalhães, também de 23 anos, e de Márcia Bombonato de Oliveira, de 56 anos. Além disso, eles foram indiciados por lesão corporal dolosa de Luiz Carlos Chan, de 48 anos, e de Chan Yuet Kiu, de 53.

No dia do acidente, 6 de junho deste ano, a carreta conduzida por Jadson desceu em alta velocidade pela avenida Nossa Senhora do Carmo, quando perdeu os freios, tombou, atingindo 11 carros. Os laudos periciais indicaram que a carreta estava com velocidade superior a 100 km/h. No local a velocidade é de 60 km/h.  





Nenhum comentário:

Postar um comentário