Esquema de vendas de CNH é investigado por Corregedoria da Polícia Civil


Do Blog Amigos de Caserna
Uma equipe da Corregedoria da Polícia Civil está em Uberlândia, no Triângulo Mineiro, para apurar denúncias de um suposto esquema de vendas de Carteira Nacional de Habilitação (CNH) na cidade. A fraude, revelada pelo Ministério Público Estadual, teria o envolvimento de autoescolas, policiais civis e uma delegada responsável pela Comissão Examinadora Permanente do Departamento de Trânsito (Detran). A corregedoria deve avaliar hoje o pedido do MPE de afastamento da delegada Ravênia Márcia de Oliveira Leite.
De acordo com o promotor Adriano Arantes Bozola, da Promotoria de Fiscalização do Controle Externo da Atividade Policial, a máfia das carteiras começou a ser investigada em setembro do ano passado, após denúncias. No esquema, candidatos a motoristas eram aliciados por instrutores de autoescolas para que pagassem até R$ 1.500 para serem aprovados nos exames de direção.

Os valores arrecadados, conforme a denúncia feita ao MPE, eram divididos entre as autoescolas, os examinadores, que são policiais civis, os funcionários internos do Detran e a delegada. O pedido de afastamento de Ravênia foi comunicado pelo promotor na segunda-feira. Ele explicou que não há indícios de participação da policial no esquema, mas que o distanciamento dela é fundamental para não comprometer as investigações. A decisão ficará a cargo da chefia do Dentran e da corregedoria, o que deve acontecer hoje.
Paralelamente às investigações realizadas pelo Ministério Público e a Corregedoria, o Detran abriu uma sindicância administrativa sobre o esquema de fraudes em Uberlândia. A delegada envolvida nas denúncias disse em entrevista coletiva anteontem que é inocente. Ela contou que está no cargo há quatro anos e que essa é a primeira vez que seu nome é vinculado a fraudes .
A Polícia Civil também está analisando o pedido do MPE para o descredenciamento de duas autoescolas que estariam participando das fraudes. De acordo com a assessoria da PC, o caso está sendo avaliado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário