Em greve, PF distribui pizza no Aeroporto de Confins


Hoje em dia
Em greve, Policiais Federais estão no Aeroporto Internacional Tancredo Neves, em Confins, Região Metropolitana de Belo Horizonte, neste domingo (12), em protesto, e compartilharam fatias de pizza entre os que circulavam no local. O ato foi explicado pelos seus diregentes como um "exemplo do risco do aumento da corrupção com a falta de investimento na Polícia Federal".

Uma pizza gigante, com 5 metros de comprimento e 10 quilos, foi colocada na frente do desembarque onde ficou durante boa parte da manhã, enquanto os manifestantes seguiam distribuindo panfletos para os viajantes que embarcavam e desembarcavam no aeroporto. A manifestação começou às 10 horas da manhã, mas a pizza só foi cortada e distribuída por volta de 11h30. No entanto, dos quatro voos internacionais marcados para este domingo (12), nenhum está atrasado.

O Presidente do Sindicato dos Policiais Federais de Minas Gerais (Sinpef-MG), Renato Figueiredo, pontuou que "A Polícia Federal é o principal órgão de inteligência do País. Estamos fazendo essa manifestação para que nosso trabalho não sofra uma precarização e não termine em pizza". Segundo ele, a greve continua até a próxima quarta-feira (15), e na quinta-feira (16), ocorre uma assembleia para deliberar sobre os próximos passos. O governo se comprometeu a apresentar uma proposta às mais de 30 categorias em greve até esta sexta-feira.

Ainda de acordo com o Presidente do Sinpef-MG, O Dia dos Pais também foi escolhido de propósito. "Os três cargos da Polícia Federal - escrivão, agente e papiloscopista - estão órfãos do Ministério da Justiça". Entre os policiais que participaram do ato, alguns compareceram com os filhos e a família.

Os Polícias Federais de Minas Gerais estão em greve desde a última terça-feira (7).  E ainda de acordo com o Sinpef, o protesto faz parte das ações do comando da greve, que reivindica a reestruturação da carreira, reajuste salarial e maior efetivo nos postos de fiscalização.
*Com informações da Agência Estado

Nenhum comentário:

Postar um comentário