Grupo fortemente armado explode três caixas eletrônicos e foge com dinheiro em Caldas

Pelo menos 15 pessoas participaram do crime 
FOTO: REPRODUÇÃO/EPTV
Caixas ficaram destruídos
OtempoOnline
As polícias de Caldas, no Sul de Minas Gerais, estão à procura de pelos menos 15 pessoas que participaram da explosão de três caixas eletrônicos durante a madrugada desta quinta-feira (6) no centro da cidade. O alvo dos criminosos foi uma agência do Banco do Brasil, que é localizada na praça Paiva de Oliveira. O número de suspeitos foi informado por vizinhos do banco, que afirmaram que o grupo fugiu em três carros. De acordo com a Polícia Militar, os cofres dos três terminais foram violados. O valor roubado não foi informado.

Por meio das imagens gravadas pelas câmeras do circuito interno de segurança da agência, os militares constataram que apenas três dos bandidos entraram no banco. Encapuzado e armado com fuzil calibre 556 e pistola .380, o trio instalou bananas de dinamite e, em poucos minutos, detonaram os caixas. O crime foi registrado às 2h30 da madrugada.

Três pés de cabra, seis cápsulas calibre .556 e uma .380 foram deixadas para trás pelo grupo, o que indica que os criminosos chegaram a fazer disparos dentro da agência.
Devido ao forte impacto da explosão, o banco ficou completamente destruído e várias cédulas de dinheiro foram danificadas e encontradas espalhadas no chão. Todos os vidros da agência se quebraram. Essa não foi a primeira vez que esse tipo de crime foi registrado em Caldas. Segundo o cabo Luiz Lima, a explosão de caixas eletrônicos é algo comum na região Sul de Minas. “Já tivemos outros casos de explosão em bancos aqui na cidade. Esse tipo de ocorrência é periódica aqui na região”, conta o militar. A polícia ainda não tem pistas sobre o paradeiro dos criminosos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário