Safra boa de concurso público tem salários de até R$ 22 mil

Processo seletivo da Cemig é um dos mais procurados em Minas Gerais

FOTO: RENATO ARAGÃO/ABR
Preparação. Escolas preparatórias estão lotadas de candidatos em busca do sonho do salário alto e da estabilidade do cargo público
OtempoOnline
A busca por bons salários e estabilidade no emprego está em alta. Com bons editais de concursos públicos abertos, há salários de até R$ 22 mil para serem disputados por candidatos que dedicam a maior parte do dia aos livros e apostilas. A safra é boa em várias partes do país, inclusive em Minas Gerais. O Ministério Público de Contas do Pará e o Tribunal de Contas do Espírito Santo, por exemplo, têm vagas com salários de até R$ 22,9 mil e podem ser feitos por qualquer cidadão brasileiro. Já o Ministério Público de Alagoas e o do Rio Grande do Sul oferecem cargos com salários de até R$ 17.580. 

"Eu estudo permanentemente de três a quatro horas por dia. Mas, quando chega perto do concurso, intensifico", diz Fernanda Bueno, que há três anos se dedica à busca por um cargo de analista administrativo no serviço público. Ela já passou em dois concursos de nível médio, mas continua em busca da vaga ideal, com salário em torno de R$ 8.000. Em novembro ela vai fazer o concurso da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). 
Fernanda se dispõe até mesmo a se mudar de Minas Gerais para assumir um bom cargo. "Prefiro que a vaga seja aqui, mas, se for em outro Estado com chance de uma transferência futura, pode ser também", diz. Formada em comunicação, ela diz que exercer a sua profissão não é o mais importante. "Em primeiro lugar é a estabilidade financeira. E eu comecei a gostar dessa área administrativa", afirma. 

Para a gerente acadêmica do curso Orvile Carneiro, Ana Karine Senra, a maior parte dos alunos mira mesmo os bons salários. Ela diz, porém, que é preciso buscar uma função na qual consiga conciliar o lado financeiro com a satisfação profissional. "Já vi casos de pessoas que não se adaptaram à função e deixaram o emprego", afirma. 

Neste ano, o cursinho viu aumentar em 40% o número de alunos em função dos bons editais abertos. Em Minas Gerais o destaque é o concurso da Cemig, que tem 800 vagas de nível médio e superior com salários de até R$ 5.287. Há também a expectativa pelo lançamento do concurso da Polícia Rodoviária Federal, que deve ter vagas em todo o Brasil. O concurso já foi autorizado, mas o edital ainda não foi divulgado. 
Câmara cria mais um tipo de servidor
BRASÍLIA. A Comissão de Constituição e Justiça da Câmara dos Deputados aprovou ontem o projeto que cria a carreira de analista executivo no âmbito do governo federal. De acordo com os cálculos informados pelo Ministério do Planejamento, o impacto inicial aos cofres da União será de R$ 170 milhões. Por tramitar em caráter conclusivo, a proposta segue agora para o Senado. Isso só não vai ocorrer se houver recurso para que ela seja votada pelo plenário da Câmara. 

A proposta prevê a criação de 2.190 vagas destinadas a atividades administrativas e logísticas. Os salários variam de R$ 2.906,66 a R$ 5.093,43. Haverá gratificações de desempenho de atividade de suporte administrativo – com critérios a serem definidos pelo Executivo – para quem ocupar os cargos após a realização de concurso público. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário