Após série de assaltos à residência, PM anuncia mudança de estratégia no policiamento em BH

reunião na seds
Comandantes de vários batalhões se
 reuniram para discutir a segurança na capital
Hoje em Dia
Bandidos que assaltam residências estão na mira da Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG). Após uma série de crimes do tipo nas últimas semanas – três deles na região Sul de Belo Horizonte – a polícia prometeu adotar novas estratégias de atuação para reprimir roubos às casas.

As intervenções foram discutidas, nesta segunda-feira (8), entre o comandante de Policiamento da Capital (CPC), coronel Rogério Andrade, e comandantes de outros batalhões da cidade. A principal aposta é a aproximação entre a comunidade e a polícia. “Até o final do ano, queremos implementar completamente a “PM do bairro”. Cada bairro terá um policial articulador, que fará o policiamento e terá também um importante papel educativo”, afirma o coronel Rogério Andrade.

A proposta é que os policiais que atuem na região desenvolvam um relacionamento com as famílias, conheça os problemas do local e, dessa forma, estejam mais preparados para atuar. Além disso, os bairros terão um e-mail para troca de informações com a população.

“Queremos também que, por meio desse trabalho, a Rede de Vizinhos Protegidos seja ampliada. Diante de um som diferente na casa do vizinho, uma pessoa suspeita circulando pela rua ou qualquer outra ação suspeita pode ser avisada à PM”.

Ele não descarta a possibilidade de que, diante da forte atuação da PM para inibir as saidinhas de banco e assaltos a comércios, os bandidos tenham migrado para outras práticas de crime, como assaltos à residências. Afirmou, também, que existe a possibilidade de que uma quadrilha especializada esteja agindo na região Centro-Sul de Belo Horizonte.

Nenhum comentário:

Postar um comentário