Foragido da Justiça é recapturado pela PM após sequestrar, estuprar três vezes e amarrar mulher na Grande BH

Homem estuprou outras três mulheres. Adolescente deficiente mental está entre as vítimas

OtempoOnline
Uma mulher de 37 anos viveu momentos de terror na noite dessa quarta-feira (17) na região metropolitana de Belo Horizonte. A vítima foi abordada por um homem no momento em que voltava do trabalho. Assim que desceu de um ônibus e tentou atravessar a passarela que liga Vespasiano a Santa Luzia, a mulher foi surpreendida pelo criminoso, que foi preso. De acordo com a Polícia Militar, a vítima foi ameaçada de morte e levada para um matagal às margens da MG-010.

Depois de estuprar a vítima, o suspeito pegou o celular dela e ligou para o marido da mulher, que foi quem pediu ajuda para a polícia. O companheiro da vítima contou para os policiais que o criminoso pediu R$ 1 mil para liberá-la. Por meio de informações passadas pelo próprio estuprador, que ligou várias vezes para o marido da mulher, os militares montaram uma operação especial na tentativa de resgatá-la. "Colocamos uma policial nossa no banco da frente de um carro descaracterizado para que o criminoso pensasse que fosse a filha da vítima. O marido dela também nos acompanhou. Porém, já perto do local onde o detido estava, vimos que uma viatura passou e assustou o suspeito, que fugiu correndo. Após rastreamento com a ajuda de outros policias, conseguimos prender o bandido", conta o soldado Wesley Marke Medeiros da 69ª Companhia do 35º Batalhão.

Após conversa com o detido, ele revelou para os policiais onde estava a vítima. A mulher foi encontrada amarrada dentro de uma vala e muito ferida. "A vítima estava em estado de choque e nos contou que o criminoso a estuprou por três vezes e em locais diferentes durante o rápido sequestro", diz Wesley Marke Medeiros. A mulher foi levada para o Hospital Municipal Odilon Behrens, em Belo Horizonte.

Conforme a PM, o homem preso foi reconhecido por mais três vítimas de estupros. Entre as mulheres, está uma adolescente de 15 anos, que é deficiente mental. Além desses crimes, os policiais descobriram a existência de um mandado de prisão em aberto contra o detido por quatro homicídios. O documento foi expedido em Pernambuco. Durante depoimento, o bandido ainda confessou que mora há apenas dois meses em Santa Luzia e que foi o responsável pelo assalto registrado na Centrais de Abastecimento de Minas Gerais (Ceasa). O crime ocorreu há 20 dias e um funcionário do local foi baleado. "O preso nos afirmou que o autor do disparo foi um amigo dele, que fugiu para São Paulo. Ele ainda alegou que fugiu da capital paulista por ter se envolvido em um roubo de carga e com tráfico de drogas. O detido já cumpriu pena de nove anos e, durante os três estupros em Santa Luzia, agiu da mesma forma", afirma o soldado Wesley Marke Medeiros. O criminoso foi encaminhado à Delegacia de Plantão de Vespasiano.

Nenhum comentário:

Postar um comentário