Quarenta mil homens das Forças Armadas vão trabalhar em 393 cidades no primeiro turno das eleições

Forças armadas
O efetivo começou a ser mobilizado
na manhã desta sexta-feira

Hoje em Dia
BRASÍLIA - Cerca de 40 mil militares da Marinha, do Exército e da Aeronáutica vão integrar o plano de segurança para garantir a lei e a ordem nas eleições municipais do próximo domingo (7). O efetivo, que atuará em apoio à Justiça Eleitoral em 393 municípios de 11 estados, começou a ser mobilizado na manhã desta sexta-feira (5). No estado do Rio de Janeiro, os militares trabalharão em oito cidades. Mais 76 municípios contarão com o apoio logístico das tropas para o recebimento das urnas eleitorais e dos funcionários dos tribunais eleitorais.

Segundo informações do Ministério da Defesa, o deslocamento dos equipamentos e de servidores dos tribunais regionais eleitorais começou na quarta-feira (3), principalmente na região amazônica, onde o acesso é possível somente por meio de lanchas ou helicópteros.


A pedido do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o Ministério da Defesa manterá prontidão em bases aéreas de cinco capitais - Brasília, Rio de Janeiro, Porto Velho, Belém e Manaus –, onde helicópteros e aviões poderão ser acionados a qualquer momento para o deslocamento de tropas ou qualquer emergência constatada pelo TSE. O plano de segurança para as eleições municipais começou a ser elaborado com a aprovação, pelos ministros do TSE, das localidades que contarão com o apoio militar. Pelo esquema, o uso das Forças Armadas começou uma semana antes da votação, com o envio para o Rio de Janeiro de 3 mil militares do Exército e da Marinha para apoiar os funcionários da Justiça Eleitoral e assegurar a realização de atividades de campanha dos candidatos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário