Acidentes de trânsito caem 20% após endurecimento da Lei Seca

Acidentes de trânsito caem 20% após endurecimento da Lei Seca
A cada 15 dias, policiais farão operação
 especial em Belo Horizonte

Do Hoje em dia
O medo de ser preso e sentir no bolso um prejuízo de R$ 1.915 esvazia os copos de bebida alcoólica e reduz as ocorrências de trânsito em Belo Horizonte. Após o endurecimento da Lei Seca, em dezembro do ano passado, os acidentes nas vias de tráfego da capital diminuíram 20%.

Nos três meses após o maior rigor a quem insiste em beber e dirigir – janeiro, fevereiro e março de 2013 – foram registrados 15.456 acidentes na capital. Em setembro, outubro e novembro de 2012, meses anteriores à nova Lei Seca, foram 18.989. Os dados são do Batalhão de Trânsito da Polícia Militar (BPTran).
Além do valor da multa ter dobrado, em caso de recusa em soprar o bafômetro o motorista infrator pode ser punido por meio de imagens de vídeo, testemunhos e a própria observação do policial para atestar a embriaguez. Antes, o crime de trânsito dependia, exclusivamente, da boa vontade do condutor em soprar o bafômetro ou fazer o exame clínico no Instituto Médico-Legal (IML).

Na análise do presidente da Associação Mineira de Medicina de Tráfego (Ammetra), Fábio Nascimento, a queda nas estatísticas está diretamente ligada ao endurecimento. “O aumento das penalidades inibe os motoristas. Temos percebido, claramente, que as pessoas estão com receio de cometer abusos”, afirma o médico.

Tolerância Zero

Nascimento aponta que a tolerância zero e fiscalizações constantes são fundamentais, mas faz questão de reforçar que a violência causada pela embriaguez ao volante só terá fim com a conscientização do condutor.
“Quem desrespeita a lei tem que saber que será punido, mas o investimento na prevenção com campanhas educativas jamais pode ser deixado de lado”, diz.

Nesta semana, uma equipe da Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds) viajará ao Rio de Janeiro para conhecer as estratégias de combate à embriaguez no trânsito na capital fluminense, modelo em todo o país. A iniciativa foi antecipada pelo Hoje em Dia na edição do dia 3 de maio.

Nenhum comentário:

Postar um comentário