Prova de concurso da Polícia Civil é cancelada e revolta candidatos

Cancelamento foi decorrente de erro em impressão de caderno da avaliação
Candidatos ficaram revoltados ao saber
 do cancelamento
R7
A etapa eliminatória da prova objetiva para o cargo de perito criminal do concurso público 2013 da Polícia Civil de Minas Gerais foi cancelada no dia da prova e causou grande revolta entre os candidatos.A prova chegou a ser realizada pelos concursistas nesse domingo (26). Porém, já no meio da avaliação, os candidatos foram avisados sobre o cancelamento e ficaram revoltados. Muitos concursistas vieram de longe para fazer o concurso e disseram terem sido muito prejudicados com o cancelamento. Alguns chegaram a afirmar para a reportagem que até pretendem processar a organização do concurso.
De acordo com a assessoria da Polícia Civil, o cancelamento ocorreu devido ao fato de parte dos exemplares do caderno B da avaliação ter sido montada incorretamente pela gráfica responsável pela impressão do documento. A decisão foi publicada no site da Acadepol apenas por volta das 17h e a previsão é que nova prova seja aplicada para os 24.987 mil candidatos ao cargo de perito criminal em no mínimo 30 dias. Nesse domingo, além das provas de perito criminal, os candidatos inscritos para as carreiras de médico legista e funções administrativas também fizeram as provas, mas sem nenhum problema. No total, o concurso da Polícia Civil abre 1.497 novas vagas, sendo 121 para médicos legistas, 95 para peritos criminais e 1.291 para servidores administrativos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário