Médico é preso após abusar sexualmente de paciente em posto de saúde em Contagem

O profissional é um idoso de 72 anos e foi levado para o Ceresp após a denúncia da vítima

OtempoOnline
Está preso um médico suspeito de abusar de uma paciente em um posto de saúde no bairro Industrial, em Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte. José Bento Dávila Couto, de 72 anos, foi autuado por estupro e permanece no Centro de Remanejamento do Sistema Prisional (Ceresp).Segundo a Polícia Militar, a vítima, uma mulher de 28 anos, procurou atendimento após ter sido agredida durante um assalto. Ela passou a sentir fortes dores de cabeça e procurou o clínico geral no posto de saúde, para solicitar um raio-x e verificar se a agressão não havia deixado sequelas.
Couto, porém, negou o procedimento e decidiu examiná-la com as "próprias mãos". Ao medir a pressão da paciente, ele esticou o braço da mulher forçando-a a tocar no órgão genital dele. Depois, pediu para a vítima levantar a blusa, se pôs atrás dela e passou a apertar seus seios. Neste momento, a mulher deixou de apenas "achar" estranho o comportamento do médico e teve certeza que estava sendo abusada sexualmente. Ela disse que iria denunciá-lo, mas ele se limitou a pedir que ela chamasse a próxima paciente, ou, no caso, "próxima vítima". A polícia informou que essa não foi a primeira reclamação sobre a conduta do médico.

Nenhum comentário:

Postar um comentário