Membros de quadrilha que se passavam por policiais para roubar casas de luxo são presos

Criminosos roubavam joias para conseguir veículos de luxo
Bruno "Bolacha" é apontado como o líder do grupo

R7
Quatro integrantes de uma quadrilha especializada em roubar casas de luxo em Belo Horizonte foram apresentados pela Polícia Civil nesta terça-feira (14). Oito pessoas foram presas em flagrante em uma lanchonete no bairro Santa Mônica, na região de Venda Nova.Quatro foram soltos por falta de provas e os demais vão responder por formação de quadrilha, tráfico de drogas, porte ilegal de armas, receptação, falsificação de documentos, associação ao tráfico, lavagem de dinheiro e adulteração de veículos.

Éric Fernandes, Edeilson Rocha, Bruno Alves (Bolacha) e Wellerson Teixeira (Leson) estavam com cinco pistolas de calibres 9mm e 360mm, além de três camisas com o emblema da Polícia Civil, usadas como disfarce.  O grupo aproveitava os produtos roubados, principalmente joias, para conseguir veículos de luxo. Foram apreendidos um Santa Fé, uma L200, uma Captiva e uma moto CBR 1000.   

Nenhum comentário:

Postar um comentário