Polícia prende trio que fez arrastão em prédio de jogador do Atlético

Bandidos foram os responsáveis pelo primeiro roubo na casa de Leandro Donizete
R7
A Polícia Civil prendeu três homens suspeitos de fazer um arrastão no prédio onde mora o volante Leandro Donizete, do Atlético. Eduardo Pereira Teixeira, de 24 anos, e Marco Paulo Martins, 30, foram detidos durante uma operação na manhã desta sexta-feira (10) no bairro Vera Cruz, região leste de Belo Horizonte. Já Edinaldo Soares foi preso dias atrás.
O prédio do jogador do Galo, que fica no bairro Castelo, na região da Pampulha foi invadido pela primeira vez no dia 26 de fevereiro. Os bandidos entraram no apartamento de Donizete perguntando pelo nome do jogador. O volante estava na Argentina com o Atlético para o confronto com o Arsenal pela Libertadores. Os homens ameaçaram uma vizinha que abriu a porta e roubaram R$ 40 mil em joias, R$ 10 mil em relógios e produtos eletrônicos. A polícia suspeita que o trio tenha participado de outros roubos a residência na capital. Eles serão apresentados nesta tarde na Delegacia de Polícia da região Noroeste.
Segundo roubo
Menos de um mês depois do primeiro arrastão, o prédio em que o jogador mora foi invadido mais uma vez. No dia 21 de março, cerca de 10 pessoas foram rendidas enquanto três homens roubavam o edifício. O atleta, mais uma vez, não estava em casa durante a ocorrência. Os responsáveis por esse roubo foram presos no fim de abril, depois de torturar um idoso durante um roubo no bairro Belvedere, região centro-sul de BH.

Nenhum comentário:

Postar um comentário