Delegado e PM são suspeitos de atirar em jovem em casa de shows de BH

Militar foi apontado pelo próprio delegado como autor dos disparos
materia
Thiago foi atingido na cabeça e está internado
 em estado grave no hospital

R7
Um delegado da Polícia Civil e um policial militar são os principais suspeitos de atirarem contra Thiago de Souza Martins, de 23 anos, durante uma festa em uma casa de shows na região de Venda Nova, em Belo Horizonte. O crime aconteceu na madrugada do último domingo. Além do jovem, o o irmão dele, Elias Souza Martins, de 18 anos, ficou ferido por um pedaço de garrafa no meio da confusão.
Logo após a confusão, a irmã das vítimas foi até a delegacia prestar depoimento. Ela apontou o filho do dono da casa de shows, que é delegado,  como o responsável por atirar contra seu irmão. O delegado por sua vez alegou que um PM foi o autor dos disparos. Ele contou que os tiros aconteceram durante uma discussão entre o policial e a vítima.
Um jovem que não quis se identificar, no entanto, alegou que o delegado estava armado e ameaçando as pessoas durante a festa. A testemunha afirmou que policiais militares que estavam no local tentaram acalmá-lo, mas que ele estaria exaltado e chegou a agredir outras pessoas.
O delegado foi ouvido e liberado, já que a irmã da vítima não comprovou que ele seria realmente o autor do crime. Já Thiago continua internado em estado grave no Hospital João 23.

Nenhum comentário:

Postar um comentário