Presa quadrilha que falsificava documentos para obter empréstimos em bancos, em Divinópolis


Do Hoje em dia
Após dois meses de investigação, a Polícia Federal (PF) em Divinópolis, na região Centro-Oeste de Minas Gerais, deflagrou na manhã desta terça-feira (11) a Operação Faena. O objetivo era desmantelar uma quadrilha especializada em produzir documentos falsos, que depois eram utilizados para obtenção de empréstimos em instituições financeiras.Os mandados de prisão temporária e de busca e apreensão foram cumpridos na cidade de Franca, em São Paulo, onde moravam as oito pessoas que estavam na mira da polícia. No momento, eles estão sendo levados para a Delegacia de Divinópolis para serem interrogados e indiciados pelos crimes de estelionato, falsificação de documento particular, falsidade ideológica e uso de documento falso.
Segundo a PF, as investigações tiveram início após denúncia de uma agência da Caixa Econômica Federal, que suspeitou dos documentos apresentados por clientes. Com carteira de identidade, CPF e declarações de Imposto de Renda forjados, eles solicitavam empréstimos e, após conseguir o crédito, gastavam todo o limite. Em seguida, abandonavam a cidade, deixando prejuízo no comércio local.Só em Divinópolis, foram abertas contas em cinco instituições financeiras – todos com nomes e documentos falsos. A quadrilha também chegou a agir em Bambuí, na região Centro-Oeste do Estado, e em Franca. A PF estima que o prejuízo em cada município chegue a R$ 1 milhão.Também está sendo investigado o envolvimento de um funcionário de um banco em São Paulo, que receberia propina para facilitar a liberação de créditos e informações. Após os interrogatórios, os membros da quadrilha serão encaminhados ao presídio Floramar, em Divinópolis.

Nenhum comentário:

Postar um comentário