Vereador de BH vai registrar roubo de carro e é detido por não pagar pensão alimentícia

Arnaldo Godoy teria mandado de prisão em aberto, desde 2001
Vereador afirma que detenção foi um enganoRecord Minas
O vereador de Belo Horizonte Arnaldo Godoy, do PT, foi detido pela Polícia Militar na manhã desta segunda-feira (8).Segundo o parlamentar, ele foi até a delegacia para registrar queixa sobre o roubo de seu veículo, na região oeste de BH. O sistema da polícia, no entanto, acusou um mandado de prisão do vereador em aberto, referente a 2001, por não pagamento de pensão alimentícia.De acordo com o vereador, o acontecimento foi um engano. Ele informou que já quitou as dívidas da pensão alimentícia e que desde 2001 não tem sido inadimplente.Godoy foi liberado da delegacia na avenida Presidente Carlos Luz, no bairro Caiçara, por volta das 16h. Segundo ele, o juiz Pedro Aleixo Neto tirou o mandado de prisão do sistema.
Explicação
O vereador explicou que costumava ter a pensão alimentícia descontada diretamente da sua folha de pagamento, quando era Secretário da Cultura de Belo Horizonte. Quando passou a ser vereador, ele imaginou que o pagamento seria realizado automaticamente, agora através da Câmara Municipal. Ao ser notificado de que a transferência não havia acontecido, no entanto, o vereador tomou as providências cabíveis e quitou as dívidas.Ainda segundo Godoy, se houvesse algo irregular entre ele e a polícia, o parlamentar teria sido impedido de tomar posse como vereador em 2004, 2008 e 2012.
R7

Nenhum comentário:

Postar um comentário