Homem é morto após assaltar festa sem saber que era de policiais

Ocorrência foi no Bairro Bela Vista, em São José, na Grande Florianópolis. De acordo com a PM, houve troca de tiros e criminoso foi atingido.
Criminoso é morto após assaltar festa em São José (Foto: Evandro Saad/Divulgação)
Criminoso foi alvejado em casa, após assaltar festa de policiais em São José (Foto: Evandro Saad/Divulgação)
Um homem foi morto após assaltar uma festa em São José, na Grande Florianópolis. De acordo com a Polícia Militar, dois criminosos invadiram uma confraternização, sem saber que era de policiais militares, que reuniram no local cerca de 30 pessoas, entre adultos e crianças. Houve troca de tiros e um dos ladrões foi atingido. 
Ainda conforme a PM, a ocorrência foi por volta das 14h30, na Manoel Eduardo Cardoso, no Bairro Bela Vista. Dois homens invadiram a festa e anunciaram o assalto, pedindo que todos ficassem no chão. Em seguida, começaram a recolher os pertences dos parcipantes.
Conforme a PM, um policial se identificou e pediu que eles parassem a ação, mas eles atiraram. O policial revidou e atingiu o criminoso na perna direita. Em seguida, os assaltantes fugiram em direção a um matagal, junto com outro homem que os esperava em frente ao local da festa.
"Os policiais foram em busca dos criminosos e encontraram uma mulher no matagal. Quando os agentes perguntaram o que ela estava fazendo, respondeu que procurava o filho que havia sido baleado. Depois, indicou que ele poderia estar em casa e levou os policiais até o local", disse o major responsável pelo 7º Batalhão da PM.
Ainda segundo a PM, a mãe autorizou a entrada dos policiais na residência, no Bairro Solemar. "O suspeito estava no andar superior, com uma arma na mão. Assim que os policiais entraram no quarto, ele atirou e em seguida foi alvejado. Ele ainda estava vivo e o Samu foi chamado, mas depois o médico constatou o óbito", afirmou o major.
A Polícia Civil e agentes do Instituto Geral de Perícias (IGP) foram até o local da confraternização e na casa do homem e fizeram uma perícia.
Fonte:G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário