RIO: Favela da Telerj - PM começa reintegração de posse e moradores reagem; ônibus e viatura são incendiados

Confronto começou por volta das 5h; policiais foram vítimas de pedradas
Reprodução/Rede Record
A Polícia Militar iniciou por volta das 5h desta sexta-feira (11) a operação de reintegração de posse do terreno pertencente a uma companhia telefônica, no Engenho Novo, zona norte do Rio de Janeiro.
Aproximadamente 1.500 agentes participam da ação. O local, que foi ocupado no fim do mês passado por pelo menos 5.000 pessoas, já vinha sendo chamado de favela da Telerj e o crescimento do número de barracos era acelerado.
Revoltados, invasores entraram em confronto com os policiais, que lançaram bombas de efeito moral. Pelo menos três PMs foram atingidos por pedras. Um menino de nove anos inalou fumaça e precisou ser atendido por bombeiros. Ele foi liberado em seguida.
Um ônibus, dois caminhões e uma viatura da Polícia Militar foram incendiados durante o tumulto. Outros veículos, inclusive ônibus da PM e carros da imprensa, foram apedrejados.
Em razão da operação, algumas ruas no entorno do terreno foram fechadas. De acordo com o Centro de Operações, a rua Sousa Barros foi bloqueada e o trânsito desviado pelas ruas Propícia e Silva Freire. A avenida Dom Hélder Câmara também foi interditada nos dois sentidos, próximo ao acesso para o viaduto de Benfica. 
O motorista que tentava acessar a rua Dois de Maio era obrigado a seguir pela Álvares de Azevedo. Outras ruas do entorno também foram desviadas. Por conta disso, o trânsito era intenso nas ruas Arquias Cordeiro, 24 de Maio e avenida Marechal Rondon. (R7)

Nenhum comentário:

Postar um comentário