Cinco pessoas são presas após arrastão a pizzarias de Contagem (MG)

Durante os assaltos, o grupo se passava por clientes 


Record Minas
Cinco pessoas foram presas na madrugada desta sexta-feira (20) após um arrastão a pizzarias de Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte. Eles foram detidos quando dividiam o dinheiro que haviam roubado em dois estabelecimentos da região. Entre eles estão três homens e duas mulheres.  
De acordo com o proprietário de uma das pizzarias, os suspeitos chegaram se passando por clientes e pediram uma pizza e um refrigerante. Eles então perguntaram o valor da conta e, quando o dono do estabelecimento disse, um deles anunciou o assalto com um revólver em mãos.   
Após o assalto, o grupo percorreu cerca de dez quilômetros em um Palio, de cor preta, e pararam em uma segunda pizzaria. Eles agiram da mesma forma, mas desta vez mantiveram cerca de 15 clientes e funcionários como reféns e levaram celulares, cartões e dinheiro das vítimas. Um grupo de amigos que voltava da igreja teve ainda um violão roubado pelos suspeitos.  
Em seguida, eles fugiram e pararam o veículo em uma rua tranquila da cidade para dividir o dinheiro. Entretanto, uma viatura da PM (Polícia Militar) passava pelo local no momento e os policiais desconfiaram da atitude do grupo.
  Durante a abordagem, os militares não localizaram nada com os homens, mas encontraram um revólver no bolso da jaqueta de Patrícia Ribeiro de Jesus, de 22 anos. Ela disse que a arma havia sido repassa por um dos homens, informação confirmada por eles.   
Já no bolso da calça da irmã, Viviane Ribeiro de Jesus, de 26 anos, a PM encontrou R$ 654 em dinheiro. E na busca feita ao veículo foi localizado mais dez telefones celulares, um cheque no valor de R$ 495, dois cartões bancários e um violão.   
Além de Patrícia e Viviane, foram presos também Odilon Junio Rosa Martins, de 22 anos, Felipe Gustavo de Oliveira, de 23, e Gustavo Henrique de Oliveira, de 19. Todos foram reconhecidos pelas vítimas dos dois assaltos e encaminhados para a Delegacia de Plantão da Polícia Civil em Contagem. Apenas uma das mulheres não tinha antecedentes criminais.(R7) 

Nenhum comentário:

Postar um comentário