Funcionária do Ministério da Saúde é presa em flagrante ao receber R$100 mil para liberar recursos para hospital do cancer; assista

No dia 17, terça-feira, a Polícia Federal prende em flagrante uma funcionária terceirizada do Ministério da Saúde, logo após receber R$ 100 mil em cheques de propina que teria cobrado para fazer a liberação de recursos para compra de equipamentos para o Hospital de Câncer Alfredo Abrão, em Campo Grande, o fato foi filmado e toda a ação foi feita pela polícia sob liberação judicial, como filmagem, a entrega dos cheques e etc.

A funcionária de 28 anos, que não teve o nome divulgado pela PF, veio de Brasília na noite de terça-feira, para receber pessoalmente o restante da propina. Ela trabalha como consultora técnica na Coordenadoria de Média e Alta Complexidade. Anteriormente, o diretor do Hospital de Câncer, Carlos Coimbra, já havia feito depósito de R$ 50 mil. A Polícia rastreou a conta e descobriu que ela pertence ao ex-sogro da funcionária. Na gravação, orientado pelos policiais, Coimbra negocia com a funcionária o pagamento em vários cheques. Em princípio ela não aceita, dizendo que está sendo pressionada por gente do Ministério da Saúde e que veio a Campo Grande somente para pegar o dinheiro. (BCC)

Assista toda a ação, funcionaria é Presa após cobrar propina do hospistal Alfredo Abrão em Campo Grande MS

Nenhum comentário:

Postar um comentário