Quadrilha é presa com armas e dupla por assalto à mão armada em Contagem

Cinco homens foram presos pela 2ª Delegacia de Polícia Civil, nesta quarta-feira (17), em Contagem, região Metropolitana de Belo Horizonte, suspeitos de porte ilegal de arma de fogo de uso restrito e permitido, formação de quadrilha e corrupção de menor. Além do grupo, outros dois homens foram presos pelos policiais suspeitos de assalto à mão armada, nessa terça-feira (16), na mesma cidade. A Polícia Civil (PC) investiga a ligação entre os dois casos.
 
De acordo com a delegada Renata de Oliveira Lima, Pedro Augusto Pacheco de Lima, de 18 anos, e Robert Assis Catarino, de 28 anos, estavam, nessa terça-feira (16), em um veículo Toyota Corolla, com queixa de roubo, na avenida João César de Oliveira, em Contagem. Os policiais civis deram ordem de parada, mas os suspeitos não obedeceram e, então, foi iniciada uma perseguição aos suspeitos. Além de Pedro e Robert, havia um terceiro homem no carro. 
 
“Os trio seguiu em fuga no veículo e acabaram batendo em vários carros, até que bateram em um poste. Depois disso, eles seguiram a pé. Ao menos um deles estava armado e atirou contra os policiais, que revidaram. Um deles ficou ferido e conseguimos prendê-lo. Em seguida, prendemos o outro suspeito”, explicou a delegada. 
 
A vítima que teve o Toyota Corolla roubado reconheceu Pedro e Robert como os autores do crime. A dupla foi levada para Centro de Remanejamento do Sistema Prisional (Ceresp), da unidade Gameleira, na região Oeste de Belo Horizonte. Eles são acusados de roubo com aumento de pena por uso de arma e concurso de agente, quando mais de suas pessoas participam do crime, e podem pegar de oito a 15 anos de prisão. 
 
Segundo Renata, um terceiro homem, conhecido como Leleo, conseguiu fugir. “Os dois presos indicaram o local onde, possivelmente, Leleo morava. A equipe policial foi até ao local, nessa quarta-feira, e foi recebida por ele com tiros. Os policiais atiraram contra Leleo, que mesmo ferido na perna,  conseguiu escapar ao se emprenhar em um matagal”, afirmou.
 
Conforme a delegada, os policiais continuaram buscando por Leleo e, durante o rastreamento, encontraram seis homens, sendo um menor de 15 anos, em atitude suspeita dentro de um Fiat Stilo. Durante a abordagem, os policiais encontraram cinco armas com os indivíduos, sendo uma de calibre .40 e outra de  9mm, ambas de uso restrito, além de três de calibre .38. “Temos duas suspeitas sobre essa quadrilha: ou eles estavam indo socorrer Leleo ou são rivais do três homens que roubaram o carro”, disse Renata.
 
O grupo admitiu à polícia o porte das armas, mas negou envolvimento com Pedro, Robert e Leleo. Alexssander Júnior de Araújo, de 19 anos, Ronaldo Vinícius de Araújo, de 18, Paulo Henrique Souza Silva, de 18, Edmilson Martins Ferrate dos Santos, de 18, foram presos e também encaminhados para o Ceresp, da unidade Gameleira. O adolescente de 15 anos, que estava com a quadrilha, foi levado para a Delegacia de Orientação e Proteção à Criança e ao Adolescente (DopCad). (Hoje em dia)

Nenhum comentário:

Postar um comentário